A MORTE ANUNCIADA

A partir de primeiro de junho, os paranaenses não terão mais a versão em papel – aquela que a gente pega, folheia, lê, recorta – do tradicional jornal Gazeta do Povo. Estamos entrando numa nova era a passos largos.

[foto Reprodução]

Um comentário sobre “A MORTE ANUNCIADA

  1. Alexandre Araujo

    Villas, tudo bem?
    Embora não tenha vivido boa parte do período da ditadura durante minha infância, o seu post me remeteu aos tempos da ditadura militar, quando era informado algo nos títulos, mas o que era realmente importante vinha de forma cifrada nas primeiras páginas de alguns jornalões, como por exemplo a celebre capa do JB no dia seguinte ao AI5. Nem precisaria do grifo no valor dos vencimentos, mas em tempo atuais nunca se sabe… Saudações

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s