O PAPEL DO JORNAL

O jornal italiano La Repubblica, que passou recentemente por uma reforma gráfica surpreendente, transformando-se num dos jornais mais atraentes e empolgantes da Europa, não para de crescer. Está anunciando para quinta-feira, o lançamento de mais um novo caderno, o Food. Com isso, o jornal vai ganhando cada vez mais leitores, remando contra a maré virtual que por aqui, está acabando com o jornal de papel.

[foto Reprodução]

DEU ZEBRA

Em Calcutá,  um soldado do Exército Indiano participa do Festival Vijay Diwas com um cavalo pintado de zebra. O festival lembra, todos os anos, a vitória da Índia na Guerra do Paquistão, em 1971.

[foto Piyal Adhikary]

 

DEMOCRACIA

Ontem, os chilenos foram às urnas para escolher o novo presidente da República em eleições diretas, livres, democráticas. Dois candidatos disputavam o cargo. Sebastián Piñera, de direita, e Alejandro Guillier, de esquerda. Com 54,6% dos votos, o candidato de direita venceu as eleições. E o que vimos? Guillier, o perdedor, parabenizou o vencedor pela clara e larga vitória, afirmando que “infelizmente sofremos uma derrota dura”. A atual presidente, Michelle Bachelet, de esquerda, também felicitou o vencedor e marcou um café da manhã com o vencedor, já nesta segunda-feira. O que aconteceu no Chile foi exatamente o contrário do que vivemos aqui em 2014. Aécio Neves não admitiu a derrota, pediu a recontagem dos votos, enquanto o vice, Aloysio Nunes Ferreira (hoje chanceler do golpe) afirmou, no mesmo dia do resultado das urnas: “Vamos sangrar a presidenta!”. Existem democracias e democracias.

[foto/Reprodução da primeira página do jornal chileno El Mercúrio]

MAGAZINE LITTÉRAIRE

Lançada em novembro de 1966, a revista Magazine Littéraire nunca teve sua circulação interrompida. A revista mostrou, mês a mês, um amplo panorama da literatura francesa e internacional, com um apuro jornalístico de primeira linha. Cinquenta anos depois, a revista deixa de circular. Não mais estará nas bancas no formato Magazine Littéraire. Na semana passada, chegou às bancas da França o primeiro número da Le Nouveau Magazine Littéraire. Segundo os editores, uma nova revista para uma nova era. É a arte de se reinventar.

[foto Reprodução]