ESQUECERAM DE MIM

Hoje os tempos são outros. Se outrora esperava agoniado os recortes de jornais que chegavam em envelopes verde e amarelo, ou uma semana depois em jornais esfarrapados na sala de espera da loja da Varig na Avenida dos Champs-Élysées, hoje chegam no meio da madrugada via Internet. Folheio daqui os jornais brasileiros que ainda estão na gráfica e nem precisam vir pelo correio. Acompanho diariamente os vulcões que acontecem por ai e que, em poucas horas, vão esfriando, virando cinzas. Quem matou Marielle? Onde está Amarildo? Como anda o processo do Porto de Santos? De quem era aquelas malas com milhões encontradas no apartamento de Geddel? O que foi feito daquela fita em que ouvimos “é preciso manter isso?” De quem era aqueles  500 quilos de pasta de cocaína encontrados num helicóptero? Quem fim levou as denúncias do rolo entre CBF e Rede Globo? Como andam os processos contra Moreira Franco? O que foi feito daquela denúncia dos 52 milhões pro José Serra? E o escândalo do aeroporto em Claudio, deu em quê? São apenas algumas perguntas.

A FOTO DE HOJE

Nikonicos enfrentam a chuva em Florença.

[foto Alberto Villas]

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s