A FOTO DO SÁBADO

Tenho recebido diariamente e-mails e mensagens pelas redes sociais comentando as minhas fotos. Fico orgulhoso. Não sou muito de fotografar cartões-postais das cidades por onde passo, se bem que de vez em quando brinco com o “pra não dizer que não fotografei cartão-postal”. Gosto de fotografar os moradores das cidades, anônimos, e que retratam o cotidiano. Gosto dos detalhes. De um grafite escondido numa ruela, de um balaio de flores de abobrinha no mercado, de uma garrafa de Fanta sabor Flor de Sambuco na geladeira, de uma frase escrita na parede, de uma criança tomando sorvete, coisas assim. Sinto que, de uma maneira geral, as pessoas gostam de ser fotografadas. Ou simplesmente olham duro pra gente numa janela semi-aberta no terceiro andar. Em Paris, por exemplo, um morador de rua não quis ser fotografado. Ele estava deitado no banco de uma praça no Marais, com uma vara de pescar e, no lugar do anzol, um canequinho de plástico com algumas moedas. Era o seu jeito de pedir esmolas. Não fotografei, claro, perdi esse detalhe de Paris. Às vezes posto fotos “nada a ver”. Deixo aqui a pergunta. O que tem a ver duas latas amassadas de Coca-Cola, formando o Coca e o Cola, jogadas numa estrada a caminho da praia, na região da Puglia, na Itália. Gostei do detalhe da Cola estar desbotada pelo sol, já que rosa. Está aqui só porque achei curioso aquilo ali jogado no chão, o contraste do vermelho com o cinza do asfalto. Confesso que achei a foto, bacana. Espero que gostem.

[foto Alberto Villas]

Um comentário em “A FOTO DO SÁBADO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s