COLHENDO FRUTOS

Menino, em Belo Horizonte, costuma ver frutos no pé. Na minha casa tinha uma parreira, duas laranjeiras e uma ameixeira. No vizinho, bananeiras. Cresci vendo o desaparecimento das quitandas e o nascimento dos sacolões, dos supermercados, dos hipermercados. Com o tempo, as frutas foram desaparecendo dos pés nas grandes cidades, nas metrópoles por onde vivi. Mas ainda sou capaz de reconhecer um pé de jabuticaba, uma goiabeira, uma jaqueira. Tantos anos depois, vim passar uma temporada aqui em Vryses, uma aldeia nas montanhas do Peloponeso, na Grécia. E foi aqui que reencontrei os pés de frutas. Dei uma volta por perto da nossa casa  e aqui estão as frutas que vi. No pé.

Damasco

Maçã

Uva

Cereja

Nozes

Pera

Pêssego

Figo

Romã

[fotos Alberto Villas]

2 comentários em “COLHENDO FRUTOS

  1. Tbm cresci com fruteiras em casa e na fazenda onde passávamos as férias. Não consigo mais comer uma fruta com gosto da infância e olha que como tudo orgânico mas não é a mesma coisa e qdo não tinha no Brasil o papai comprava na Confeitaria Colombo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s