DANDO O TROCO

O Brasil é o único país do mundo que dá preço aos produtos, sabendo que não há troco. Como pode uma manga custar 4 reais e 97 centavos, se não existe 3 centavos de troco? Não existe mais moeda de 1 centavo em circulação, mas os preços continuam quebrados. Nós, brasileiros, já nos acostumamos a dar esses centavos aos comerciantes. Ninguém reclama e quem reclama os centavos, fica com fama de sovina. Os países europeus respeitam muito o troco. Poderíamos dar uma nota de 100 euros para pagar 1 euro, que davam o troco de 99 euros, sem reclamar. Era assim, agora mudou. A praga do troco chegou à Europa, pelo menos na Itália, na França e na Grécia, onde passamos esses últimos três meses. Aqui no Brasil é vício. Você pode dar uma nota de 10 reais para pagar 9.90 que, automaticamente, perguntam: Não tem 90 centavos? Ao invés de pegar 10 centavos e dar de troco. As moedas parece que estão desaparecendo também na Europa. A única diferença é que, ao invés de perguntar: Não tem 10 centavos?, eles perguntam: Poderia facilitar o troco, por favor? Mas uma coisa é certa: Lá, ninguém fica com 1 centavo do cliente. Enquanto aqui, a gente acha que 1 centavo não vale um tostão furado.

MERCADINHO EM PYLOS, GRÉCIA, ONDE O TROCO É SAGRADO

[foto Alberto Villas]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s