PROCURANDO GRANTA

Era fã de carteirinha da revista de literatura Granta, uma das melhores do mundo, há muito tempo. Vi meu sonho ser realizado quando, na primavera de 2007, lançaram aqui no Brasil, a edição em português. O número 1 trazia os melhores jovens escritores norte-americanos, entre eles Jonathan Safran Foer e Kevin Brockmeier, com um texto que amei, Periquitos. Reservei um lugar especial na minha revistaria para os números que viriam. E vieram. Foram 13 ao todo, alguns muito especiais como o dedicado ao sexo, a ambição, o trabalho, as medidas extremas, a traição e um sobre os escritores sírios e libaneses, coisa rara por aqui. A Granta tem um padrão de  qualidade impecável em  todas as suas edições, em várias partes do mundo. A edição brasileira não ficou devendo nada. Mas morreu. Morreu anunciando que ressuscitaria com uma edição conjunta Brasil-Portugal. Ao invés de uma Granta Brasil e uma Granta Portugal, teríamos uma Granta em língua portuguesa. Me reanimei. Fui-me embora passar uma temporada fora do Brasil e não tive mais notícia. Notícia que recuperei da memória e fui reavivá-la. O primeiro passo foi ir até a Livraria Cultura da Avenida Paulista procurar o número 1 da tal edição portuguesa. Decepção. Quando falei o nome da revista para o vendedor, antes de entrar no computador, já me deu o aviso: “Tem muito tempo que não recebemos”. Expliquei a ele que realmente a Granta havia deixado de circular, mas que voltaria no início de 2018. Ele consultou sua tela e disse que não tinha nenhum sinal da revista. “Nem pedido temos”. Sai de lá meio jururu mas não desisti. Liguei pra algumas livrarias mais descoladas daqui e realmente não havia sinal de vida da Granta. Entrei no Google e… Eureka! Lá estava a capa do primeiro número 1, Fronteiras! Nos nossos sites de venda online, nenhum sinal. Resolvi então procurar num site gringo e achei. No primeiro passo que dei para comprar, veio o aviso: “Produto  não disponível para entrega no Brasil”. Estou pensando em ir-me embora de novo. Quem sabe na Grécia eu encontro a Granta em língua portuguesa?

[foto Reprodução Internet]

2 comentários em “PROCURANDO GRANTA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s