MUSEU DE TUDO

Aos poucos, o Brasil vai recuperando sua memória jornalística. Depois das edições em fac-símile dos jornais alternativos Pif Paf, de Millôr Fernandes, e do jornal Ex, depois do livro Jornal Movimento, uma reportagem, que trouxe encartado um disquete com todas as edições online do jornal, e também das edições online do De Fato, mineiro, chegou a vez de um jornalzinho que foi um verdadeiro porta-voz da resistência ao regime militar na década de 1970, o Coojornal, de Porto Alegre, lançado em 1971. Todos os exemplares estão disponíveis no site do Núcleo de Pesquisa em Ciência da Comunicação. A ideia brilhante foi do professor Antônio Carlos Hohlfeldt, com apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul. Que venham o Pasquim, o Versus, o Opinião, o Verbo, o Saco, a Flor do Mal e tantos outros.

[foto Reprodução]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s