DICAS ELEITORAIS

Duas coisas escaparam, nos últimos dias, nos programas do horário eleitoral obrigatório. Primeiro, me pergunto como o editor do programa deixou escapar no horário do candidato da extrema-direita, um jovem falando “estou desempregado há um ano e meio”. Foi exatamente há um ano e meio, que o Partido dos Trabalhadores foi tirado do poder. Quer dizer, aquele jovem estava dizendo o mesmo que “estou desempregado desde que o PT saiu do poder”.

A segunda coisa que escapou foi João Doria, o gestor que ficou menos de dois anos na prefeitura de São Paulo, terminar o seu programa dizendo: “No dia 28 de outubro, vamos eleger o novo governador de São Paulo”. Ora, desde que começou o horário político, o candidato adversário de Doria, Marcio França, vem batendo na tecla “eu sou o novo governador de São Paulo”. Ora, bastava o editor do programa do França pegar a sonora de Doria “no dia 28, vamos eleger o novo governador de São Paulo” e colar na sonora de França “eu sou o novo governador de São Paulo”. E pronto.

[foto Reprodução]

O FIM

A historinha é simples. Um amante da música procura, na maior cidade da América do Sul, os novos discos de Paul McCartney e de Paul Simon. Vai de Fnac em Fnac e encontra as portas fechadas. Fnac não há mais. Resolve ir até a Livraria Cultura do Conjunto Nacional e encontra as prateleiras de discos praticamente vazias, com discos velhos porque os novos não chegam mais, por falta de pagamento aos fornecedores. Tenta a Livraria Saraiva do Shopping Higienópolis e só encontra uns poucos discos do tipo The Best Of. Desce as escadas, chega à Livraria da Vila e quando procura o canto onde ficavam os discos, encontra uma cadeira na frente fechando o espaço. Recebe então a informação de que a Livraria da Vila não trabalha mais com discos. Ai vem um estalo. O amante da música sai do shopping e caminha até a Praça Vilaboin, onde está a Musical Box, uma das mais charmosas lojinhas de discos nacionais e importados da maior cidade da América do Sul. Estava. A Musical Box fechou. Nem a placa está mais lá. O amante da música volta pra casa e coloca no aparelho de som o disco Chega de Saudade, de João Gilberto.

 

MODERNIDADE

Enquanto por aqui estamos discutindo os fake news de um tal “kit gay”, na França, o jornal Libération publica, toda semana, um suplemento infantil anos luz na nossa frente. O assunto de capa do último número do Le P’tit Libé, o suplemento para o pequeno leitor, trata de um assunto bem atual: Pedofilia.

[foto Reprodução]