CAIMOS NA REDE

No princípio, havia o jornal, havia o rádio. Mais tarde apareceu a televisão, o Repórter Esso. As pessoas passavam o dia sem informação, não tinha como saber das notícias. Quando voltavam pra casa, depois do trabalho, se ligavam. No rádio e na televisão, principalmente. O jornal era comprado cedo na banca, lido rapidamente e com mais atenção, também à noite. Hoje, vivemos bombardeados de informações 24 horas por dia. Jornais, revistas e telejornais foram ficando pra trás, transbordando de notícias velhas que já sabíamos porque tínhamos visto nas redes sociais. Nos anos 1960, 1970 e 1980, a escalada do telejornal das 20 horas era uma atração. Era o momento em que ficávamos sabendo tudo que aconteceu, quem nasceu, quem morreu. Hoje, noventa por cento da escalada é de notícia déjà-vu. Nos últimos tempos, os meios de comunicação resolveram bombardear as redes sociais, divulgando pesquisas dizendo que o povo confia mesmo é na mídia tradicional. Depois veio o tsunami fake news pra cima das redes sociais. Agora, uma nova onda, só que ao contrário. Os jornais, os telejornais, os noticiosos das rádios ficaram quase que oficiais. Se você não está ligado nos sites alternativos como Mídia Ninja e Jornalistas Livres, por exemplo, você não fica sabendo de muita coisa que está acontecendo em nosso país. Os blogs, os sites, o Facebook estão fazendo o papel que a imprensa alternativa tipo Opinião, Movimento, Coojornal, De Fato, Em Tempo, Ex, Versus, fez nos anos 1970. Vou citar apenas um exemplo: Gente da maior importância, como um Prêmio Nobel, um ex-presidente latino-americano, um padre, um diretor de Ong internacional, visitam frequentemente o ex-presidente Lula na prisão, em Curitiba. Saem, fazem declarações, dizem como ele está, o que acham da situação brasileira, e tantas outras coisas. Você já viu essa notícia no Jornal Nacional?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s