FAMOSO QUEM

Pouco se falava do cantor sertanejo Eduardo Costa, a não ser no meio artístico, digamos, rural. Mas o Brasil tem dessas coisas. Bastou Costa rasgar o verbo contra a apresentadora do programa Amor & Sexo, Fernanda Lima, para ele ganhar as páginas dos jornais. Fernanda, que fez uma espécie de editorial feminista (muito bacana, por sinal) no programa, foi atacada por Eduardo Costa que a chamou, inclusive, de imbecil. Bastou isto, para Eduardo Costa ficar famoso, dando até entrevista ao jornalista Pedro Bial, no programa Conversa com Bial, coisa inimaginável há dois meses. Parece que ele percebeu que, em nosso país, basta falar merda que fica famoso. Poucos dias depois, quando a história com Fernanda Lima (que abriu dois processo contra ele) começou a esfriar, ele soltou outro torpedo para voltar à mídia. Criticou aqueles que estavam arrasados com a morte do cachorro na porta do Carrefour, morto por um segurança do supermercado. E voltou. Já está à mil nos sites de fofoca. Resumo da ópera: Falar merda no Brasil dá mídia. Detalhe: Eu continuo sem conhecer nenhuma música que Eduardo Costa canta.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s