PASSANDO EM REVISTA

São poucas as pessoas no Brasil que hoje vão, com prazer, até uma banca comprar uma revista. É fato. Primeiro, porque está difícil encontrar publicações em bancas que, na verdade, viraram lojinhas de conveniência. Tem de tudo, menos revistas. Mas o que restou para lermos? A Piauí, a Quatro Cinco Um, a Superinteressante, a National Geographic, qual outra? Semanal de informação, a Carta Capital. Mas, por esse mundo imenso, ainda existem revistas extraordinárias. Vamos lá! Geo, L’˙Histoire, Le Nouveau Magazine Littéraire, M, Jazz Magazine, Cahiers du Cinema, Inrockuptibles, L’Ecologiste (França), Il Fotografo, Il Vènerdi, Linus, Live (Itália), The New York Times Magazine, Mother Jones, The New Yorker (EUA), El País Semanal, Papel (Espanha}. Lógico que são centenas e centenas de outras publicações bacanas mundo afora. Mas, as que citei, são aquelas que acompanho mais ou menos de perto. Até quando vão resistir, não sei. Claro que esqueci muitas, aquelas em formato livro como a Serrote, a Zum, a Papiers, a Margem Esquerda, a Granta, a L’Élephant, a Believer e tantas outras. Desculpe, hoje acordei pensando em revistas.

[AV]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s