QUEM TEM MEDO DE LULA?

Está muito claro para o leitor, para o telespectador mais atento, que existe uma ordem superior dirigida às redações para não dar notícias do ex-presidente Lula, preso em Curitiba há 422 dias, teoricamente por ter frequentado um sítio em Atibaia e ter se interessado em comprar um apartamento no Guarujá. Ontem, em São Paulo, durante todo o dia, uma multidão encheu a Praça da República para participar de um ato em favor do único preso político do país. Em nenhum momento, a televisão ou os sites de notícias informou aos leitores sobre o que acontecia. Qualquer jornalista sabe que, normalmente, o domingo é um dia fraco de notícias, claro que com exceções como a morte dos Mamonas Assassinas e a morte de Ayrton Senna. Mas, mesmo assim, aquela multidão reunida no centro de São Paulo, não foi noticia. É difícil entender um acontecimento como este, em qualquer país do mundo, não ganhar as páginas dos jornais ou as telas dos canais de televisão. Na verdade, acontece sim, em países onde a censura proíbe ou, no nosso caso, onde a autocensura fala mais alto. [AV]

[foto Ricardo Stuckert JR]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s