RETRATO DO BRASIL

Já foi um, hoje é outro. Já foi o Cristo Redentor, a Baia de Guanabara, o coqueiro que dá coco, mulato isoneiro. Já foi o sambódromo, o tucano, o tatu, o tuiuiú. Já foi o tamanduá bandeira, o verde e o amarelo, o soco no ar, o milésimo gol de Pelé. Já foi a feijoada, o tutu, o acarajé. Já foi o drible, a Jules Rimet, o Mané. Já foi a mulata do Sargentelli, a Ieda Maria Vargas, a Maria Teresa Goulart. Já foi Jorge Amado, Érico Veríssimo, Carlos Drummond de Andrade. Já foi Di Cavalcanti, Helio Oiticica, já foi Portinari. Já foi Jobim, já foi Vinicius, já foi Noel. Já foi um patropi, abençoá por Dê e boni por naturê, ma que belê. [AV]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s