A MORTE ANUNCIADA

Mais uma. A revista mensal de cultura Galileu, publicada pela Editora Globo, anunciou o seu fim. Nascida em 1981 com Globo Ciência, mostrando na capa os insetos robôs, que só agora começam a entrar em ação em grandes tragédias como desabamentos, a revista durante todos esses anos contou capítulos importantes da ciência, da tecnologia, do comportamento. Em 1998, a Globo Ciência mudou de nome, passando a se chamar Galileu. Ampliou o seu horizonte e o número de leitores, dando mais ênfase ao comportamento e aos tempos modernos. Tornou-se a concorrente número 1 da revista Superinteressante, publicada pela Editora Abril, líder do segmento e um grande sucesso editorial. Durante todos esses anos, a Galileu passou por vários projetos gráficos e editoriais, sempre cumprindo muito bem o seu papel. Esta semana, foi anunciada a sua morte, como a de tantas outras revistas nos últimos tempos. A partir de dezembro, as bancas ficam ainda mais tristes, mais vazias e mais pobres de cultura. O lugar onde ficava exposta a Galileu, certamente será preenchido por um caixa de chicletes, um bichinho de pelúcia, um enfeite qualquer ou cartões pré-pagos da Tim, da Claro, da Oi ou da Vivo. Uma pena. 

[foto Reprodução]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s