FOFOCALIZANDO

Londres sempre foi uma cidade muito chique. Muito mais que Paris. O chá das cinco, os ovos com bacon, o táxi preto, o ônibus vermelho, a cabine telefônica. Reis e rainhas, os Beatles e os Rolling Stones. Londres é Londres, com seu fog, sua chuvinha fina, seus verdes lindos gramados campos de lá. Londres tem a Harrold’s, a Saint Martin Shoes, as cerejas vistosas, os luminosos de Picadilly Circus, a Economist. Mesmo quando os punks invadiram a cidade, esfarrapados, espetados, rasgados, Londres foi sempre Londres. Mas lá tem também uma porção Datena, uma porção Venenosa, fofocalizando. Estou falando dos trabloides sensacionalistas que invadem aos milhões as lojinhas de jornais, já que Londres não tem bancas. É o lado esquisito de uma cidade tão aristocrata.  Os ingleses compram os jornais na boca do metrô e, no ponto final, ele vai pro lixo. Sempre foi assim. Londres é uma pessoa que usa black-tie e, um dia, resolve vestir uma bermuda surrada, uma camiseta puída, um chinelo Rider. Quem explica o sucesso dos tabloides no país da Radio Times, da Wild Life, da Face?

[foto EPA]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s