CAIU DO CAVALO

Se alguém esperava uma Roda Viva bombástica com o governador de Goiás, Ronaldo Caiado,  na noite de segunda-feira (6) na tela da TV Cultura, caiu do cavalo. Fiel escudeiro do presidente sem partido, Caiado teoricamente rompeu com Jair Bolsonaro na noite em que ele apareceu na televisão em rede nacional convocando o povo a ir às ruas contra o coronavírus. Foi a chance que a TV Cultura achou para sentar alguém virtualmente no centro da roda viva e descascar o abacaxi contra o presidente da República, favorecendo a situação do governador de São Paulo, João Doria, cada vez mais candidatíssimo para 2022. Mas não foi nada disso que vimos. Os entrevistadores até que tentaram colocar fogo na fogueira, mas o que se viu foi uma fumacinha subindo. Caiado mudou o tom e não estava ali pra briga, foi um Caiado paz e amor, do princípio ao fim. O lema era “agora é tempo de unirmos forças”, “nada de brigas, de intrigas”. Aproveitou a oportunidade para falar bem do seu governo e mal do Partido dos Trabalhadores. Chegou a dizer que o “PTvírus foi tão ruim para o Brasil quanto o corona”. Até mesmo a apresentadora Vera Magalhães, anti-petista de carteirinha, roxa, mudou de assunto. Mas não teve jeito. Caiado, com aquela cara entre ironia e bobalhão, respondia não dando deixa para briga. Quando mudaram de assunto e perguntaram pelo amianto que ele liberou em Goiás, argumentou que quando sobrevoamos São Paulo, podemos ver centenas de casa cobertas com amianto. Se matasse, a cidade toda já tinha morrido de câncer”. E o programa acabou. 

[foto Reprodução TV Cultura]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s