SAGRADO CORAÇÃO

Quem me dera ao menos uma vez eu fosse Pixinguinha pra dizer que meu coração, não sei porque, bate feliz quando te vê e os meus olhos ficam sorrindo e pelas ruas vão te seguindo, mas mesmo assim, foges de mim. Quem me dera ao menos uma vez eu fosse Alceu pra dizer que meu coração tá batendo como quem diz: “Não tem jeito!” Zabumba bumba esquisito batendo dentro do peito. Teu coração tá batendo como quem diz: ‘”Não tem jeito!”. O coração dos aflitos pipoca dentro do peito. Quem me dera ao menos uma vez eu fosse Caetano pra dizer que o meu coração não se cansa de ter esperança de um dia ser tudo o que quer. Meu coração de criança não é só a lembrança de um vulto feliz de mulher que passou por meus sonhos sem dizer adeus e fez dos olhos meus um chorar mais sem fim. Quem me dera ao menos uma vez eu fosse Noel pra dizer que o coração é o grande órgão propulsor, distribuidor do sangue venoso e arterial, não és sentimental, mas entretanto dizem que és o cofre da paixão. 

Um comentário em “SAGRADO CORAÇÃO

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s