O FUTURO ESPERADO QUE EU NÃO SEI

A aflição em saber como vai ser o novo amanhã, tira nossos pés do presente. Ninguém mais pensa em plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho. Isso é coisa do passado. Estamos apenas começando a viver o pico, o auge, mas queremos saber como será o depois. O depois vai ser igual ao que foi ontem. Lembra quando cantávamos esse ano não vai ser igual aquele que passou, você não brincou, eu também não brinquei? Lembra quando cantávamos na ditadura que apesar de você, amanhã vai ser outro dia? Quem não se recorda de Guilherme Arantes no piano? Amanhã será um lindo dia/Da mais louca alegria/Que se possa imaginar? Não podemos nos esquecer do mutante Arnaldo singin’ alone: eu quero ver o sol nascer/antes do do outro comercial.

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s