JÁ VI ESSE FILME

A pandemia pegou a televisão de surpresa. De repente, ela se viu sem futebol, sem novela, sem programa de auditório. Era preciso de adaptar. Agiu rápido e a solução foi a reprise. De repente, ficamos sem novela inédita das seis, das sete e das nove. Ficamos sem o futebol às quartas e aos domingos. A solução encontrada foi Repaginas as novelas Novo Mundo, Totalmente Demais e Fina Estampa. O futebol deixou um vazio até que alguém teve a ideia de reprisar jogos históricos da seleção e conquistas de campeonatos regionais. Alguns programas de auditório voltaram aos poucos, mais xoxos sem o corpo a corpo, todos com cara de live. Alguns são reprisados, como Altas Horas e Faustão, sempre com o aviso que foram ao ar antes da pandemia, pra não assustar o telespectador ao ver tanta gente junta. O jornalismo ganhou força e espaço. O Jornal Hoje ganhou mais tempo, avançando sobre o bizarro Se Joga, condenado a não voltar nunca mais. Não deve ter sido fácil encontrar essas soluções provisórias que estão no ar. O curioso é que com todas essas mudanças, o Ibope não variou tanto assim. Estamos vivendo uma era inesperada, triste, assustadora. Uma era do # somos todos vale a pena ver de novo. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s