AS VOZES

Com o surgimento da pandemia de coronavírus e com o assassinato de George Floyd, em Minneapolis, estamos observando que, de repente, descobriram os pobres, os “invisíveis” do nosso país, aqueles que surgiram em filas gigantescas nas portas das agências da Caixa Econômica. E descobrimos também a voz dos negros, que surgiram na televisão para debater o assassinato de Floyd, o racismo que sempre existiu por aqui. Essas vozes não podem sumir, precisam estar sempre presentes no nosso país. Queremos ouvir os pobres e também os negros. Que tal discutirmos desigualdade e racismo hoje e sempre?

[foto Reprodução GloboNews]

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s