PARDON!

Durante mais de um ano, a Globo, televisão, rádio, jornal e tudo mais, realizou um verdadeiro massacre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Um pequeno sítio em Atibaia e um apartamento de classe médio no Guarujá, foram transformados em cenários de uma grande novela das oito e meia. Tanto o sítio quanto o apartamento, que nunca nunca foram provados pertencerem ao ex-presidente, transformaram em dezenas, centenas de matérias nas mídias de Roberto Marinho (foto). No Jornal Nacional, bastava citar o nome Lula para aparecer, no fundo da tela, enormes tubos jorrando notas de cem reais. Desconfiados que o sítiozinho teria sido reformado por uma empreiteira, em benefício de Lula, o JN ouviu até mesmo a dona de uma lojinha de material de construção nas redondezas, que se lembrava vagamente de Dona Mariza por ali comprando meia dúzia de tijolos. Usaram helicóptero, drones para provar que a mulher do presidente tinha ali uma pequena horta e se tinha uma horta, era a dona do pedaço. Com o apartamento no Guarujá, outro massacre, uma novela sem fim. Cinco anos depois, na edição de domingo (12), na página 3, o articulista Ascânio Seleme, Globo de carteirinha, escreveu um artigo intitulado “É hora de perdoar o PT”. Eu me pergunto se não é hora da organização Globo pedir perdão a Lula pelo crime que fez a ele. Se você se interessar, leia o artigo abaixo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s