A BOLHA

A pandemia chegou ao nosso país e revelou para milhões e milhões de brasileiros, os invisíveis. Parece que, de repente, o Brasil descobriu os seus carentes, aqueles que vivem com pouquíssimo dinheiro, comem mal e vivem precariamente. Sim, houve uma corrente de solidariedade que ajudou muita gente, tirando-as daquela penúria. Mas um outro país continua existindo para a imprensa. Já perceberam que os depoimentos que vão ao ar de pessoas mostrando como estão enfrentando a pandemia dentro de casa, são sempre muito parecidas e de uma classe privilegiada? “Faço yoga, meditação, estou me reinventando, pensando mais, aprendi a lavar pratos, estou curtindo minha casa, meus filhos…” e por aí vai. ótimo isso, mas onde estão as pessoas que estão enfrentando a pandemia sem tempo para uma yoga, para uma meditação ou sequer pensar? Nenhum telejornal ouviu pessoas de baixa renda, aqueles que precisam lutar a cada dia para conseguir almoçar e jantar. Se a ajuda material veio, agora precisamos ouví-los. Sim, eles querem comida. Mas outras coisas da vida também.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s