MP PUNE DELTAN COM CENSURA POR PREJUDICAR RENAN CALHEIROS

Não, ainda não foi desta vez que o procurador Deltan Dallagnol, ex-coordenador da Lava Jato, foi punido por interferir nas eleições presidenciais de 2018. Na tarde desta terça-feira, Deltan foi punido pelo Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP) por 9 a 1, por intervir nas eleições à presidência do Senado, num processo movido no ano passado pelo senador Renan Calheiros (MDB-AL). Renan alega que Deltan tentou interferir nas eleições prejudicando sua candidatura, o que seria uma forma de exercer atividade política, atuação proibida a membros do Ministério Público. A pena de censura é a segunda na escala de gravidade prevista na legislação do Ministério Público: advertência, censura, suspensão e demissão ou cassação da aposentadoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s