O SOL DE TERÇA-FEIRA

Inflação da Covid: um novo vírus na praça

Neste governo, a gente nunca sabe se nega mesmo, ou se ficou com medo da repercussão

Heleno mente sobre o que estrangeiro pensa da Amazônia

Na foto (de Edilson Rodrigues) em destaque na primeira página, senadores agora votam sem descer do carro.

Black lives matter

Enquanto o Pantanal arde em chamas, um tal de general Heleno diz que é manipulação de informações

O Brasil é mesmo incrível

Na ilustração em destaque na primeira página, o mapa da tragédia

O atraso da ciência

É o mínimo que se pode fazer com um prefeito como Marcelo Crivella

Paulo Marinho e Flavio Bolsonaro, ex-muy amigos, no traço de Chico Caruso, na primeira página

Na foto da primeira página, objetos da umbanda e do candomblé que estavam presos no Dops, foram libertados e já estão no Museu da República

••••••••••

••••••••••

••••••••••

PARA LER:

https://gamarevista.com.br/semana/?utm_medium=Email&utm_source=NLSemana&utm_campaign=SemanaGama

••••••••••

A morte do ator francês Michael Lonsdale aos 96 anos, na capa do Libération

É curioso a TV Cultura afirmar que o programa Roda Viva está homenageando os 70 anos da televisão, entrevistando ícones da telinha. Ana Maria Braga é mesmo um ícone e isso há décadas. Acontece que a apresentadora Vera Magalhães e a bancada composta por Paulo Sampaio, do Portal UOL, Renata Simões, da TV Cultura, Fefito, do UOL e da TV Gazeta, Ana Lúcia Ribeiro, da TV Democracia e Janaina Nuns, da Record TV, focaram quase que exclusivamente na vida pessoal da apresentadora do Mais Você. Perguntaram sobre religião, namoro, assédio moral, o que ela não gosta de comer, fofoca, fake news, mas sobre os 70 anos da televisão, praticamente nada.

O SBT afiou o facão e vai começar um corte brutal em seu quadro de funcionários. O primeiro da lista foi anunciado nesta segunda-feira (21); Roberto Cabrini, há onze anos na casa apresentando o Conexão Repórter. Cabrini sempre teve um índice de audiência razoavelmente bom, mas não trazia publicidade. Como Silvio Santos está com um olho na audiência e outro no dinheiro, resolveu demitir Cabrini, um dos mais altos salários do capenga e instável Departamento de Jornalismo.

O Programa Papo de Mãe, conduzido pelas jornalistas Mariana Kotscho e Roberta Manreza, inicialmente na TV Brasil e depois na TV Cultura, acaba de completar onze anos no ar. Um feito. O simpático Papo de Mãe já abordou centenas de assuntos, todos de interesse dos pais. Com o novo normal, certamente vai ter renovada sua pauta. Tem muita coisa para ser discutida e o Papo de Mãe faz com seriedade e criatividade.

••••••••••

••••••••••

••••••••••

••••••••••

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s