O SOL DE QUARTA-FEIRA

Por que não aproveitar estes hospitais criados na pandemia para tirar a saúde do Brasil da UTI?

No curso de Jornalismo, a gente aprende que “a 1 semana” é muito feio. É muito melhor “a uma semana”.

Todo estudo, toda pesquisa é válida, mas ainda é cedo para conclusões

 

Como se não bastasse toda a tragédia que desaba diariamente sobre o Rio de Janeiro, um hospital em Bonsucesso pega fogo

Na capa da Ilustrada, uma grande polêmica: os museus europeus se recusam a devolver a arte surrupiada dos países africanos durante a colonização. O título é bom e forte.

Faroeste Caboclo

Os números do Datafolha e do Ibope também estão sumindo. Ainda bem.

Devagarinho, devagarinho, quem perde é sempre o consumidor

Na foto em destaque na primeira página, a estranha eleição americana que se vota antes da hora e nem sempre o mais votado é quem ganha

Resumindo: exportar é o que importa. Com isso, os preços do arroz com feijão irão às alturas

Nossa! Lembra dele?

Na foto em destaque na primeira página, mais uma tragédia carioca: duas mulheres morreram depois que um hospital federal em Bonsucesso começou a pegar fogo

Na capa do Segundo Caderno, neste triste 2020, as feiras literárias sobrevivem virtualmente

••••••••••

••••••••••

[Folha de S.Paulo]

••••••••••

Na manchete principal do Le Monde, a epidemia na França sai do controle

No jornal Domani, a curva de contágio na Itália é a pior da Europa

As eleições americanas de 3 de novembro na capa da inglesa The Guardian Weekly

••••••••••

A TV A CABO É UMA FESTA!

Virou moda na televisão a cabo, a informalidade. As conversas entre apresentadores e repórteres estão virando tricô, piada, chacota. Ontem, vimos as apresentadoras Daniela Lima (que é ótima) e Roberta Russo (idem), maravilhadas com a blusa verde cheguei da repórter em Brasilia. Tudo vira brincadeira, o comentarista japonês que faz judô, o aniversário do Fulano, o corte de cabelo da Beltrana, até mesmo um “você está chiquérrima hoje!” ouvimos na GloboNews. Sem contar os nomes abreviados: Fê, Su, Rê, Mi… e por aí vai… 

O SOL não entende de moda, mas ficamos com a impressão de que a apresentadora Monalisa Perrone (CNN Brasil) estava pronta para, depois do jornal, ir a um casamento. 

••••••••••

••••••••••

É triste, mas as enchentes nas Filipinas produzem fotos extraordinárias, como esta de Francis Malasig, da agência EFE

••••••••••

••••••••••

Anúncio publicado no jornal italiano La Repubblica

••••••••••

••••••••••

••••••••••

 

 

Um comentário em “O SOL DE QUARTA-FEIRA

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s