O SOL DE SEGUNDA-FEIRA

Que país é este?

Onze meses depois, o coronavírus ainda ocupa as principais manchetes das primeiras páginas dos jornais

Na foto em destaque, os passos da vacina da Pfizer

A despedida de um grande criador de histórias e personagens

Pensando bem, o país é precário

Nada mais justo que dar prioridade à vacinação dos professores

Vai pra Venezuela!

Vista assim deste ângulo, a foto em destaque na primeira página, mostrando a virada cultural, até parece uma coisa normal…

… agora veja a foto aberta!

O tempo passa, o tempo voa, e o ministro da Saúde continua numa boa

O Sol sempre se preocupou mais com as mortes do que com as vendas do comércio

A Lava-Jato continua na UTI, respirando com ajuda de aparelhos

Na foto em destaque na primeira página, o Rio de Janeiro continua rindo

Enquanto isso, Luciana Gimenez está na África desbravando um safari. Segundo a revista Caras, ela saiu de férias para “refletir sobre o mundo atual”.

Na primeira página do New York Times, os americanos começam a se vacinar

No jornal alemão Der Tagesspiegel, a tristeza de Papai-Noel sem Natal. Tipo PiuPiu sem Frajola.

Não resta a menor dúvida que o inverno alemão será um fiasco. Assunto de capa da revista semanal de informação Der Spiegel.

A capa da Newsweek, antes que eu me esqueça…

Bucci, no jornal italiano La Repubblica

Em entrevista ao UOL, Boni, o José Bonifácio Sobrindo, ex-todo poderoso da Globo, detona o apresentador Silvio Santos, que chega aos 90 anos.

Um bom assunto de capa na revista eletrônica Gama.

A crise na esquerda é profunda, segundo artigo do Le Monde

Jean Galvão acerta na mosca!

De tempos em tempos, damos uma passada pra ver como está o clima na cidade mais fria do mundo

Um comentário em “O SOL DE SEGUNDA-FEIRA

  1. Bom dia e boa semana, Villas
    Sobre a “espantosa” aprovação do presidente de 37%, vale a pena alguns comentários.
    Em primeiro lugar, uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. Assim, pesquisa é pesquisa, eleição é eleição. Agorinha mesmo, nenhum candidato a prefeito apoiado pelo presidente foi eleito.
    Mas vamos dar um pulinho no passado, até a eleição para presidente em 2008.
    Do universo de votantes, 39% das pessoas votaram no presidente, 32% no Hadad e 29% nem foram votar ou votaram nulo, ou em branco (chamar voto em branco não é uma espécie de racismo às avessas???).
    Resumindo: se o presidente conta hoje com 37% de aprovação, é menos que os votos que conseguiu em 2008.
    Isso considerando que uma pesquisa por telefone é abrangente sobre todos os segmentos de votantes.
    Escrevi isso, para não perdermos nossa esperança pelo impeachment já e vacinação já e para todos.
    Abraços.

Deixe uma resposta para Laerthe Abreu Junior Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s