O SOL DE QUARTA-FEIRA

Não poderia deixar de ser a manchete principal dos três maiores jornais do país

Resumindo: colocaram lá um cara contra o lockdown

Resumindo: o dinheiro acima de tudo

Na foto em destaque na primeira página: o Brasil está perdendo uma cidade por dia

O Estadão juntou a manchete com a foto principal numa única tragédia

Resumindo: tá tudo dominado!

Na segunda foto em destaque na primeira página, um assunto que o jornal certamente a acreditou amenizar o noticiário

O Brasil vive sua pior fase da pandemia, desde aquela primeira morte no início do ano passado

O nome dele é Maiurino!

Na foto em destaque na primeira página: É o Haiti? É o Burundi? Não, é aqui!

O SOL sugere que Ciro volte para Paris

Resumindo: o comércio não pode fechar!

Um projeto criado em 2016 para discutir o cinema feito por mulheres agora é um podcast que merece ser escutado

PARA LER:

https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/opiniao/colunistas/lira-neto/o-editor-que-me-tornou-aos-vinte-anos-um-leitor-compulsivo-1.3069503

A Folha de S.Paulo costuma colocar o nome da cidade onde o artigo ou reportagem foi escrito. Faz parte da nomenclatura do jornal. Mas é estranho ver uma notícia sobre a morte do psicanalista Contardo Caligaris com um ‘Buenos Aires” no inicio da matéria. Para o leitor, pouco importa se o texto foi escrito aqui ou na China. Ou melhor, em Buenos Aires.

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s