O SOL DE QUINTA-FEIRA

Alberto Férnandez no mato sem cachorro

Quem disparou o tiro?

Uma confusão do Peru

Benett na página A2

O Brasil está caminhando de Jetsons pra Flintstones

E la nave và!

Uma história sem fim

Energia limpa! No Chile!

#somostodoscastillo

O Brasil não, mas a inflação decola

Porque esse cara não cala a boca?

Ontem tem confusão, tem Bolsonaro

Mais uma morte, mais um protesto, mais uma foto na primeira página

A frase de Férnandez foi pra manchete principal do jornal de oposição a seu governo

Na capa do Libération: os 50 anos dos Médicos sem Fronteiras

 

O Ibope da Globo deu uma desbancada nos últimos dias

NOTA 10

Para a série Adnet na CPI. Todos os pequenos episódios são ótimos.

NASCE UM JORNAL!

O nome dele é O Estado do Piauí. No primeiro número, um belo artigo sobre as reações humanas à pandemia e uma boa entrevista do o ex-ministro da Educação, Renato Janine Ribeiro. O SOL saúda O Estado do Piauí. Para ler: http://www.oestadodopiaui.com/

 

 

Um comentário em “O SOL DE QUINTA-FEIRA

  1. Bom dia Villas,
    Espero que tenha descansado nesses últimos dias, para retomar sua incansável luta pela informação de qualidade, que alimenta, também nossa esperança de vencer a barbárie. É sobre a barbárie que quero comentar aqui. Aquela corajosa manifestação da jovem no aeroporto de Vitória, o cartaz meio ‘mequetrefe’ feito de cartolina e escrito sem grandes preocupações estéticas me proporcionou dois entendimentos: 1) Ele funcionou como um verdadeiro coquetel molotov simbólico, pois explodiu na cara daquela horda, deixando os tarados bolsominions feridos moralmente; 2) aquelas cruzes desenhadas de foram simplória funcionaram poderosamente como aqueles crucifixos que nos filmes de vampiro assustam os seguidores do conde Drácula que como nosso governante é sedento por discípulos mortos-vivos. O que havia de raiva e desespero naquelas pessoas apopléticas, sem argumento e vociferando como bestas ensandecidas, me deu a sensação de que se sentiram derrotadas, aniquiladas. Como um simples cartaz que nem acusava diretamente o presimente da república (adorei essa nova denominação: presimente!), pode causar tal impacto nos bolsominions? Calada com seu coquetel molotov simbólico e seus crucifixos para espantar vampiros, ela causou mais estrago do que se houvesse partido também para a agressão física ou verbal. É claro que a mídia comercial e neoliberal tentou ignorar, mas sua imagem percorreu os meios de comunicação progressistas e o impacto daquela performance brilhante ainda percorre nossos corações e mentes, alimentando, também, nossa esperança de vencer a barbárie.

Deixe uma resposta para Laerthe Abreu Junior Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s