FIM DE SEMANA

__________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

Para quem é dos Beatles e dos Rolling Stones, depois de comemorar os cinquenta anos do Sgt Peppers, chegou a hora de comemorar meio século do primeiro disco do Pink Floyd. Psicodelismo puro.  Ouça!

__________________________________________________________________________________________________

Não se trata de um livro oportunista. Apenas um rapaz latino-americano vinha sendo escrito pelo jornalista Jotabê Medeiros, um dos mais respeitados do país, há algum tempo. Apenas foi atropelado pela morte inesperada do cantor e compositor cearense. Vida e obra de Belchior, com a pluma de Jotabê Medeiros, que dispensa comentários.

__________________________________________________________________________________________________

Durante o ano de 1972, bichos grilos capitaneados por Luis Carlos Maciel, publicaram, no Brasil, uma edição tupiniquim do então tabloide americano Rolling Stone. Vivíamos o auge do hipismo, do psicodelismo e o sonho ainda não tinha acabado. O material reunido na coleção completa é raro e histórico. Viva o underground!

__________________________________________________________________________________________________

EGGS

Supermercado em Londres

[foto Alberto Villas]

__________________________________________________________________________________________________

O escritor Wander Priori engraxando sapatos no centro de Belo Horizonte

1988

[foto Fernando Rabelo]

__________________________________________________________________________________________________

[Anos 1970]

__________________________________________________________________________________________________



FIM DE SEMANA

_____________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

O novo disco do cantor e compositor Otto é um alento para a verdadeira música popular brasileira que andava meio devagar nos últimos tempos. Ouça e depois me diga.

_____________________________________________________________________________________________________

Oswaldo Aranha foi político, diplomata, ministro de Getúlio Vargas e capa da revista Time. Mas ficou conhecido do grande público, principalmente, por ter virado nome de filé nos restaurantes e por uma frase: “O Brasil é um deserto de homens e idéias”. Mas se você quiser saber que foi Oswaldo Aranha por inteiro, o livro de Pedro Corrêa do Lago é a dica. São 600 depoimentos e 500 imagens que contam sua história, de A a Z.

_____________________________________________________________________________________________________

Um número excepcional comemora os 50 anos do Suplemento Literário do Minas Gerais. Motivo para bater palmas e estourar Champagne.

_____________________________________________________________________________________________________

AVENIDA PAULISTA

Um detalhe de Alberto Villas

_____________________________________________________________________________________________________

[1983]

_____________________________________________________________________________________________________

[Anos 1970]

_____________________________________________________________________________________________________



FIM DE SEMANA

_____________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

Está chegando às lojas, em versão CD, o primeiro disco de um dos mais enigmáticos compositores da música popular brasileira, Geraldo Vandré. O disco, de 1964, mostra um Vandré passeando pela bossa nova, com canções já primorosas como Canção Nordestina, Fica Mal com Deus e Pequeno Concerto que Virou Canção. Uma obra-prima para colecionadores.

_____________________________________________________________________________________________________

Escrito por Kate Schatz e ilustrado por Miriam Klein Stahl, Mulheres Incríveis traça pequenos perfis de 44 mulheres que, como diz o título, são ou foram incríveis. Mulheres dos quatro cantos do mundo. Do Brasil, temos Elza Soares, a jogadora Marta, Debora Diniz, Maria da Penha e Sonia Bone Guajajara. O leitor vai encontrar nomes conhecidos como Frida Khalo e Miriam Makeba, mas nomes tão estranhos como Wangari Maathai ou Buffy Sainte-Marie. Mas todas com um ponto em comum: A força.

_____________________________________________________________________________________________________

Publicada na França nos anos 1970, Le Foi Parle não teve uma vida tão longa quanto merecida. Uma revista de arte e humor, com textos primorosos.

_____________________________________________________________________________________________________

BURRO N’ÁGUA

São Miguel dos Milagres, Alagoas

[foto Alberto Villas]

_____________________________________________________________________________________________________

Era um tempo em que o presidente da República convidava um cantor norte-americano do porte de Louis Armstrong para uma festa. O encontro com Pixinguinha se deu no dia 27 de novembro de 1957, no Palácio das Laranjeiras, no Rio, onde morava JK. A festa não tinha hora pra terminar.

[autor da foto não identificado]

___________________________________________________________________________________________________

[Anos 1950]

_____________________________________________________________________________________________________

 

 

 

 

 

 




FIM DE SEMANA

_____________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

Aos poucos, em doses homeopáticas, Yoko Ono vai recolocando nas lojas de disco que ainda existem, a versão em vinil de cada um de seus inúmeros discos. Corria o ano de 1971, os Beatles separados de pouco tempo, quando ela lançou o álbum Fly, cheio de experiências e doces canções. Ouça Mr. Lennon.

____________________________________________________________________________________________________

Para entender a injustiça que estão cometendo com o ex-presidente Lula, o livro é este. Cinco Mil Dias, organizado por Gilberto Maringoni e Juliano Medeiros. Depoimentos de mais de cinquenta personalidades,  entre acadêmicos, lideranças políticas e ativistas sociais, o livro é uma verdadeira aula de história contemporânea.

_________________________________________________________________________________________________________

Entre outubro de 1966 e agosto de 1971, a extinta Editora Efecê colocou nas bancas do Brasil uma revista “para homens” chamada FairPlay. Vendida dentro de um saco plástico opaco por determinação da censura militar, a revista que era considerada uma “revista de mulher pelada” tinha textos de Nelson Rodrigues, Millôr Fernandes, Ruy Castro, Vinícius de Moraes e daí pra frente. Acabou fechando por força da ditadura militar e deixou saudade.

_______________________________________________________________________________________________________________

REFLEXO DE GIRONA

[foto Alberto Villas]

__________________________________________________________________________________________________________

[1980]

___________________________________________________________________________________________________________

[1955]

_________________________________________________________________________________________________________

 


FIM DE SEMANA

______________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

Um pocket-show gravado na Casa de Francisca, em São Paulo, virou um grande disco de Cida Moreira: Soledade Solo. Músicas que vão de Milton Nascimento a Chico Buarque, de Belchior a Kurt Weill. Destaque para uma interpretação contundente de Cajuína. Existirmos, a que será que se destina?

_____________________________________________________________________________________________________

Os livrinhos da Coleção Memória e História, da Companhia das Letrinhas, são todos eles maravilhosos. Essa semana, a dica é Tomie: Cerejeiras na Noite, as memórias da nossa artista maior e eterna, Tomie Ohtake, escritas por Ana Miranda.

_____________________________________________________________________________________________________

No início dos anos 1970, uma revista que nasceu como porta-voz do supermercado Pão de Açúcar, focado em São Paulo, partiu pra carreira solo e foi um grande sucesso no mundo alternativo. A revista era pura criatividade e, a cada quinze dias, dava o tom da cidade: São Paulo está escorregando no tobogã, está descobrindo a comida japonesa, está em festa ou rebolando, feliz da vida. A Bondinho era tudo.

_____________________________________________________________________________________________________

FOI UM RIO QUE PASSOU NA MINHA VIDA

Belém, Pará

[foto Alberto Villas]

____________________________________________________________________________________________________

Nos anos 1960, a música popular brasileira, viveu um de seus momentos mais áureos. A Realidade, revista mensal de reportagens da Editora Abril, reuniu alguns dos bambas para uma foto de capa. Saudade da Realidade e da música popular brasileira.

_____________________________________________________________________________________________________

[Anos 1960]

_____________________________________________________________________________________________________


FIM DE SEMANA

___________________________________________________________________________________________________

___________________________________________________________________________________________________

Exodus, gravado em Londres, um dos discos mais brilhantes de Bob Marley, foi lançado em 1977, enquanto o cantor e compositor se recuperava de uma tentativa de assassinato. Para comemorar os quarenta anos de seu lançamento, está saindo uma edição luxuosa e remasterizada pelo filho, Ziggy. Vale a pena ouvir de novo. E sempre.

___________________________________________________________________________________________________

A Editora Record, para comemorar os cinquenta anos do lançamento de Cem anos de solidão, está colocando nas livrarias uma edição primorosa da obra-prima do colombiano Nobel de Literatura, Gabriel García Márquez. Vale a pena ler de novo.

___________________________________________________________________________________________________

Nos anos 1970, no auge do movimento underground, a revista francesa Actual era a bíblia. Ainda é possível encontrar vários números antigos e a preço razoável, no site e-bay.fr. Delírio total.

___________________________________________________________________________________________________

Reflexo de Havana, por Alberto Villas

___________________________________________________________________________________________________

Em julho de 1977, no auge da ditadura brasileira, a revista Veja publicou uma entrevista histórica com o então líder cubano, Fidel Castro. Um furo do jornalista e escritor Fernando Morais.

__________________________________________________________________________________________________

Nos anos 1950, até médico fazia propaganda de cigarro. Aqui, no caso, o Mistura Fina, que era nacionalmente conhecido como “mata-rato”.

___________________________________________________________________________________________________

 


FIM DE SEMANA

__________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

 

__________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

Paris, por Alberto Villas

__________________________________________________________________________________________________

1969

__________________________________________________________________________________________________

Anos 1950




FIM DE SEMANA

___________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

O segundo disco de Luiz Melodia está de volta às lojas em formato CD, numa edição bem mais caprichada que a lançada há duas décadas. Ouça.

__________________________________________________________________________________________________

Uma delícia de livro infanto-juvenil, contando em tom bem pessoal, a saga dos Kucinski.

__________________________________________________________________________________________________

Um luxo de revista. Número dedicado ao artista mexicano  Gabriel Orozco. Inclui uma gravura original dele. Edições em francês e inglês.

__________________________________________________________________________________________________

New York, por Maria Clara Villas

__________________________________________________________________________________________________

Alunos do curso de Medicina da Universidade Federal do Pará.

[via Paulo Cezar Marques/Facebook]

__________________________________________________________________________________________________

O machismo imperando numa publicidade dos anos 1970.