É LUXO SÓ

O caderno de verão do jornal Le Monde publicou uma série de seis reportagens, cada uma ocupando uma página, que é um verdadeiro primor. O assunto dificilmente entusiasmaria um editor de jornal brasileiro: Drinques! Mas a capacidade da equipe do Le Monde de produzir uma série linda veio à tona. São verdadeiros infográficos em forma de reportagem. A história de cada um é contada num texto primoroso, além dos complementos: A origem, que copo usar, o mapa do país onde foi criado e mais uma dúzia de informações, todas elas caprichosamente editadas. Um exemplo de como fazer de um limão, um mojito.

[fotos Reprodução]


FIM DE SEMANA

__________________________________________________________________________________________________

__________________________________________________________________________________________________

Para quem é dos Beatles e dos Rolling Stones, depois de comemorar os cinquenta anos do Sgt Peppers, chegou a hora de comemorar meio século do primeiro disco do Pink Floyd. Psicodelismo puro.  Ouça!

__________________________________________________________________________________________________

Não se trata de um livro oportunista. Apenas um rapaz latino-americano vinha sendo escrito pelo jornalista Jotabê Medeiros, um dos mais respeitados do país, há algum tempo. Apenas foi atropelado pela morte inesperada do cantor e compositor cearense. Vida e obra de Belchior, com a pluma de Jotabê Medeiros, que dispensa comentários.

__________________________________________________________________________________________________

Durante o ano de 1972, bichos grilos capitaneados por Luis Carlos Maciel, publicaram, no Brasil, uma edição tupiniquim do então tabloide americano Rolling Stone. Vivíamos o auge do hipismo, do psicodelismo e o sonho ainda não tinha acabado. O material reunido na coleção completa é raro e histórico. Viva o underground!

__________________________________________________________________________________________________

EGGS

Supermercado em Londres

[foto Alberto Villas]

__________________________________________________________________________________________________

O escritor Wander Priori engraxando sapatos no centro de Belo Horizonte

1988

[foto Fernando Rabelo]

__________________________________________________________________________________________________

[Anos 1970]

__________________________________________________________________________________________________





QUEM VIVER VERÁ

A imprensa conservadora brasileira é a mesma imprensa conservadora argentina. Hoje, na Folha, Armínio Fraga prevê um futuro tenebroso para o Brasil caso um Lula vença as eleições do ano que vem. Na Argentina, a revista Notícias (uma espécie de Veja) faz o mesmo. Na capa desta semana, a tragédia que pode acontecer no país caso Cristina Kirchner volte ao poder. Arminio diz que “iremos pro brejo”. Mas nós estamos onde?

 




FIM DE SEMANA

_____________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

O novo disco do cantor e compositor Otto é um alento para a verdadeira música popular brasileira que andava meio devagar nos últimos tempos. Ouça e depois me diga.

_____________________________________________________________________________________________________

Oswaldo Aranha foi político, diplomata, ministro de Getúlio Vargas e capa da revista Time. Mas ficou conhecido do grande público, principalmente, por ter virado nome de filé nos restaurantes e por uma frase: “O Brasil é um deserto de homens e idéias”. Mas se você quiser saber que foi Oswaldo Aranha por inteiro, o livro de Pedro Corrêa do Lago é a dica. São 600 depoimentos e 500 imagens que contam sua história, de A a Z.

_____________________________________________________________________________________________________

Um número excepcional comemora os 50 anos do Suplemento Literário do Minas Gerais. Motivo para bater palmas e estourar Champagne.

_____________________________________________________________________________________________________

AVENIDA PAULISTA

Um detalhe de Alberto Villas

_____________________________________________________________________________________________________

[1983]

_____________________________________________________________________________________________________

[Anos 1970]

_____________________________________________________________________________________________________




JORNALISMO

Jornal interessante, que dá vontade de comprar e ler. Na capa, hoje: O TEMPO QUE VOCÊ GASTOU LENDO ESTE TÍTULO… 1 milhão de quilos de CO2 foram jogados na atmosfera, 41.200 quilos de comida foram jogados no lixo, 10.000 quilos de carne de boi foram consumidos e 4.900 quilos de peixe foram pescados.

[foto Reprodução]


A FORÇA DA GRANA

Quase todos os grandes jornais do mundo circulam com revistas encartadas no final de semana. Temos a M, a Papel, a El País Semanal, a Figaro Magazine, a  New York Times Magazine, Robinson, Volkskant e tantas outras. Aqui no Brasil, temos a revista Ela de O Globo e na Folha, a São Paulo. Uma vez por mês circulava a Serafina, revista de estilo, cultura, moda e outros babados. A Serafina, que não é mais mensal, sai de tempos em tempos. Ontem, ambas circularam com números especiais. A São Paulo especial Vinhos e a Serafina especial Homens. Uma prova de que estão atreladas ao departamento comercial. A São Paulo, que teoricamente é a revista da cidade, raramente sai como revista da cidade. É especial Noivas, Especial Reformas, Especial Casa, Especial Restaurantes, Especial Dia dos Pais, enfim, vendeu anúncios, faz-se a revista.


FIM DE SEMANA

_____________________________________________________________________________________________________

_____________________________________________________________________________________________________

Está chegando às lojas, em versão CD, o primeiro disco de um dos mais enigmáticos compositores da música popular brasileira, Geraldo Vandré. O disco, de 1964, mostra um Vandré passeando pela bossa nova, com canções já primorosas como Canção Nordestina, Fica Mal com Deus e Pequeno Concerto que Virou Canção. Uma obra-prima para colecionadores.

_____________________________________________________________________________________________________

Escrito por Kate Schatz e ilustrado por Miriam Klein Stahl, Mulheres Incríveis traça pequenos perfis de 44 mulheres que, como diz o título, são ou foram incríveis. Mulheres dos quatro cantos do mundo. Do Brasil, temos Elza Soares, a jogadora Marta, Debora Diniz, Maria da Penha e Sonia Bone Guajajara. O leitor vai encontrar nomes conhecidos como Frida Khalo e Miriam Makeba, mas nomes tão estranhos como Wangari Maathai ou Buffy Sainte-Marie. Mas todas com um ponto em comum: A força.

_____________________________________________________________________________________________________

Publicada na França nos anos 1970, Le Foi Parle não teve uma vida tão longa quanto merecida. Uma revista de arte e humor, com textos primorosos.

_____________________________________________________________________________________________________

BURRO N’ÁGUA

São Miguel dos Milagres, Alagoas

[foto Alberto Villas]

_____________________________________________________________________________________________________

Era um tempo em que o presidente da República convidava um cantor norte-americano do porte de Louis Armstrong para uma festa. O encontro com Pixinguinha se deu no dia 27 de novembro de 1957, no Palácio das Laranjeiras, no Rio, onde morava JK. A festa não tinha hora pra terminar.

[autor da foto não identificado]

___________________________________________________________________________________________________

[Anos 1950]

_____________________________________________________________________________________________________