COM DORES, BOLSONARO É INTERNADO DE MADRUGADA

 

O presidente Jair Bolsonaro começou a sentir dores na região do intestino na madrugada desta quarta-feira (14) e foi imediatamente internado no Hospital das Forças Armadas, em Brasília. Segundo pessoas próximas a Bolsonaro, o presidente foi ao hospital para fazer exames, mas acabou sendo internado. As mesmas fontes garantem que ele está passando bem. Ainda não foi divulgado nenhum boletim médico sobre os motivos que levaram Bolsonaro a ser internado e que problemas ele tem. O SOL informou, na quinta-feira passada, que durante sua live semanal, o presidente passou todo o tempo com um soluço que o incomodava. Um ajudante de ordens trouxe um copo d’água para ele, mas o soluço persistiu. Sua voz também estava rouca, quase falhando. 

 

TIROS NO HAITI

O presidente do Haiti, Jovenel Moïse, foi assassinado em sua casa na manhã de hoje por um grupo armado que invadiu sua casa. Moïse, que tinha 53 anos, vinha enfrentando uma série de manifestações pelo país, exigindo sua saída, já que a oposição argumentava que ele vinha tramando um golpe para se perpetuar no poder. A mulher do presidente, Martine, foi ferida no ataque e está hospitalizada. O primeiro-ministro, Claude Joseph, ao anunciar a morte do presidente, disse que fará o possível para manter a situação sobre controle no turbulento país. 

LULA LIVRE! FACHIN ANULA A FARSA DA LAVA JATO CONTRA LULA

No meio da tarde desta segunda-feira (8), o ministro do Supremo Tribunal Federal, Edson Fachin, concedeu habeas corpus para declarar a incompetência da 13a. Vara Federal de Curitiba para julgar quatro processos que envolvem o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva:  o do triplex no Guarujá, o do sítio de Atibaia, o do Instituto Lula e o de doações para o Instituto. Na decisão, Fachin declara nulidade dos atos decisórios, inclusive do recebimento das denúncias contra Lula.

 

POR 11 A 0, MINISTROS DO STF DECIDEM MANTER DEPUTADO NA CADEIA

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na tarde desta quarta-feira (17), por unanimidade, manter na cadeia um dos mais desqualificados deputados federais que o país já teve, Daniel Silveira, do PSL carioca. A decisão de prendê-lo foi do ministro Alexandre de Moraes, na noite de terça-feira (16), depois de o deputado divulgar um vídeo desqualificando os ministros do STF e fazendo uma defesa do AI-5, o mais abominável ato institucional decretado durante a ditadura militar. Agora, a Câmara dos Deputados vai decidir o futuro de Daniel, aquele que, um dia, quebrou em praça pública uma placa com o nome de Marielle Franco, vereadora do Rio assassinada em março de 2018. 

DEBATE NA CNN: CRIVELLA TEVE 30 MINUTOS PARA FALAR MAL DOS OUTROS

É comum no segundo turno, candidato em primeiro lugar nas pesquisas não participar de debates. Foi o que aconteceu ontem à noite na CNN Brasil, com o candidato Marcelo Crivella falando durante 30 minutos, respondendo as perguntas da jornalista Monalisa Perrone. Crivella chamou a TV Globo de Globolixo várias vezes, falou dos processos de  corrupção de Eduardo Paes, acabou com o Ubope, acusando o instituto de manipulação. Falou, falou, falou e deve ter conseguido convencer os seus eleitores. Apenas os seus eleitores. Lembrando: a jornalista Monalisa Perrone teve uma atuação impecável. Eu votaria nela. (Alberto Villas)

BOLSONARO QUEBRA O SILÊNCIO E FALA… DE DORIA

Depois de começar a semana fugindo dos jornalistas como o diabo foge da cruz, para evitar comentar a derrota do seu ídolo, Donald Trump, nas eleições americanas, o presidente Jair Bolsonaro deu as caras nesta terça-feira (10), via Twitter. Depois da Anvisa suspender os testes com a vacina Coronavac, uma parceria chinesa com o Instituto Butantan, o presidente postou: “Morte, invalidez, anomalia. Esta é a vacina que o Dória queria obrigar a todos os paulistanos tomá-la. O Presidente disse que a vacina jamais poderia ser obrigatória. Mais uma que Jair Bolsonaro ganha”. Sobre a vitória de Joe Biden, ele continua em silêncio. Quer ver Bolsonaro contrariado, é tocar neste assunto. 

EVO MORALES DEIXA O EXÍLIO E VOLTA À BOLÍVIA

Um dia após a posse do presidente Luis Arce, do Movimento pelo Socialismo (MAS), o ex-presidente boliviano Evo Morales, às vésperas de completar um ano fora do país, abandonou o exílio nesta segunda-feira (9), atravessou a fronteira da Argentina e voltou a seu país. Em companhia do presidente argentino, Alberto Fernandez, Morales chegou a cidade Villazón, onde foi recebido por uma multidão em festa. Agora, ele irá de van até Cochabamba, berço da sua vida política.  Arce é do mesmo partido de Morales, mas disse que o ex-presidente não fará parte de seu governo. 

TERROR ATACA NO INTERIOR DA FRANÇA: TRÊS MORTOS E VÁRIOS FERIDOS

Eram 9 horas locais  na cidade de Nice, no interior da França. Fiéis faziam o seu culto matinal na Catedral de Notre-Dame, quando um homem armado de uma faca, nos arredores da basílica atacou. Degolou uma pessoa, matou outras duas e deixou várias feridas, espalhando o pânico nas redondezas. Antes de começar massacre, gritou: Allahu Akbar (Alá é o maior). A francesa Aurore, que estava no interior da catedral, disse ao jornal Libération que ali era o seu lugar de paz, onde orava todas as manhãs. “Agora, nunca mais terei coragem de colocar os pés na Notre-Dame”, disse ela. O atentado acontece duas semanas depois que o professor Samuel Paty foi degolado em Paris, depois de mostrar charges do profeta Maomé publicadas pelo jornal satírico Charlie Hebdo, durante uma aula de liberdade de expressão. 

 

 

DATENA NÃO ESCONDE E ELOGIA O CRESCIMENTO DE BOULOS

Entrevistando o candidato do PSOL à prefeitura de São Paulo na Rádio Bandeirantes, nesta sexta-feira (23), o apresentador José Luiz Datena não escondeu o que o jornal Folha de S.Paulo escondeu ao divulgar os resultados da última pesquisa DataFolha. Enquanto a Folha deu em manchete o crescimento de Bruno Covas, do PSDB, e a queda de Celso Romano, do Patriotas, esquecendo-se de manchetar a subida de Boulos, que chegou aos 14 por cento, praticamente em empate técnico com Rumossoma, Datena falou do “crescimento espetacular” do candidato do PSOL. Preste atenção: se Boulos continuar subindo, vai começar um massacre da grande imprensa. (Alberto Villas)

EM QUATRO DIAS, CNN BRASIL TIRA DUAS ESTRELAS DA GLOBO

Os bastidores da TV Globo em São Paulo está em polvorosa. Em apenas dois dias, a CNN Brasil, a maior concorrente da GloboNews, levou dois jornalistas de peso da outrora Venus Platinada. Na segunda-feira, anunciou a contratação de Marcio Gomes e, três dias depois, na manhã desta quinta-feira (22), anunciou que Gloria Vanique, uma das apresentadoras do Bom Dia São Paulo também está mudando de casa. Há 13 anos na Globo São Paulo, Glorinha, como é conhecida, parece feliz e animada com a mudança: “Fazer parte do time da CNN será um enorme aprendizado e eu estou sempre disposta a desafios. Estou muito feliz com o convite e com todos os projetos que poderemos desenvolver”, disse ela. Douglas Tavolaro, um dos fundadores no novo canal versão made in Brazil, também comemorou: “Gloria Vanique é um talento raro do telejornalismo. Com conteúdo e vasto repertório, transmite ao telespectador credibilidade, elegância e simpatia. Ela possui todas as qualidades que queremos para o projeto de crescimento da CNN”. A pergunta que fica no ar: quem será o próximo?   (Alberto Villas)

BOLSONARO DESMENTE MINISTRO DA SAÚDE E DIZ QUE NÃO VAI COMPRAR A ‘VACINA DO DORIA’

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, foi desmoralizado e desmentido pelo governo na manhã desta quarta-feira (21). Logo cedo, o presidente Jair Bolsonaro disse a seus fiéis seguidores, que o Brasil não iria comprar a vacina da China (chamada entre os bolsonaristas de ‘vacina do Doria’), o contrário do que anunciou Pazuello na terça-feira, durante reunião virtual com vinte e quatro governadores. O mal estar permaneceu durante toda a manhã quando surgiu na tela da TV, por volta das 11h15, o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco, lendo um comunicado do governo confirmando o que saiu da boca de Bolsonaro mais cedo. Franco disse que o Brasil não iria comprar a vacina chinesa, já que ela não está totalmente aprovada. Disse que irá comprar a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford. Lembramos que a vacina britânica também ainda não foi aprovada. A guerra entre Jair Bolsonaro e João Doria está apenas começando e, na linha de tiro , está o povo brasileiro, cada vez mais perdido. Como cego num tiroteio. [Alberto Villas]

SÉRGIO CAMARGO TIRA MARINA SILVA DA LISTA DE PERSONALIDADES NEGRAS DA FUNDAÇÃO PALMARES

O polêmico e esquisito presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, retirou o nome da ex-ministra do Meio-Ambiente, Marina Silva, da lista de personalidades negras da Fundação. Camargo, que gosta de uma encrenca, alegou que Marina “não tem contribuição relevante para a população negras do Brasil. Disputar eleições não é mérito. O ambientalismo dela vem sendo questionado e não é o foco das ações da instituição”. Camargo, que na semana passada retirou o nome da Deputada Federal Benedita da Silva da lista, faz esse tipo de coisa através do Twitter e faz, mais uma vez, o Brasil passar vergonha. 

TRUMP DÁ UMA DE BOLSONARO E FOGE DO DEBATE

Assim que a comissão norte-americana que determina as regras dos debates da campanha presidencial anunciou que o próximo encontro dos candidatos será virtual, o presidente Donald Trump afirmou que não participará por considerar “ridículo” o formato. A decisão foi tomada depois que Trump testou positivo para o coronavírus. Em entrevista ao canal de televisão Fox – de direita – o presidente americano disse que “estão querendo proteger o meu rival”. Foi assim que o presidente Jair Bolsonaro, – ruim de debate – ganhou as eleições em 2018. Na época, ele havia sido esfaqueado durante um comício em Juiz de Fora, mas assim que saíram os resultados, ele chegou até mesmo a levantar uma taça do Palmeiras campeão. A história lembra também o ditador Augusto Pinochet, que depois de passar uma temporada em prisão domiciliar em Londres, quando voltou a Santiago, desceu do avião, andou alguns metros de cadeira de roda e, em seguida, a abandonou e saiu andando. A defesa do ditador alegava que ele estava gravemente doente. Só morreu anos depois.  

 

BOLSONARO, ALIÁS TRUMP, CHAMA COVID DE GRIPE

O presidente norte-americano, Donald Trump, que passou 72 horas internado em um hospital, contaminado pela Covid-19, tuitou nesta terça-feira (6), que hoje está melhor que há vinte anos e voltou a minimizar a pandemia, afirmando que trata-se apenas de uma gripe. Trump disse que os americanos não precisam temer o coronavírus porque “aprendemos a conviver com ele”. A pandemia já matou 210 mil americanos e é o país com o maior número de mortos do mundo. O presidente americano desafiou a ciência e, durante o seu internamento, saiu para dar uma voltinha de carro nas redondezas, acenando para simpatizantes, ato considerado pela oposição democrata como uma grande jogada de marketing. Ao chegar na Casa Branca ontem, depois de receber alta, a primeira coisa que fez foi arrancar fora a máscara e colocar no bolso.

TRISTEZA NÃO TEM FIM: MORRE ZUZA HOMEM DE MELLO

A música perdeu na noite de sábado (3), uma figura que entendia do assunto e não é de hoje. Zuza Homem de Mello morreu dormindo, vítima de um infarto do miocárdio aos 87 anos, em São Paulo. Desde os anos 1950, quando morou nos Estados Unidos, Zuza se apaixonou por música. Da popular brasileira ao jazz, passando por vários ritmos. Escreveu vários livros, criou e animou festivais, trabalhou com Elis Regina, com Milton Nascimento, com Gilberto Gil. Conhecia nossa música, seus autores e suas canções, na palma da mão. Caetano Veloso disse, logo após sua morte: “Zuza é das grandes figuras do meu Brasil. Eu o visitava em Sampa pra conversar e ouvir música, e ele me mostrava tudo. É um conhecedor da música, apaixonado por jazz e íntimo da MPB. E que homem elegante, educado, civilizado!”. Mais um que vai fazer muita falta.

ÀS VÉSPERAS DO SEGUNDO DEBATE, TRUMP TESTA POSITIVO

Toda notícia deve ser tratada com seriedade. Mas, sinceramente, soa estranho o presidente norte-americano Donald Trump, 12 pontos atrás do seu concorrente Joe Biden para as próximas eleições do dia 3 de novembro, anunciar que está com o coronavírus. Não somente ele, mas também a sua mulher, Melania. Trump, fã da cloroquina para combater a Covid-19 (inclusive ele tomou por duas semanas, para se precaver) e que receitou aos americanos a ingestão de detergente para matar o vírus, não foi bem no primeiro debate e provavelmente não vai poder participar dos outros dois. Qualquer semelhança com a facada que Jair Bolsonaro recebeu em Juiz de Fora, dias antes do início dos debates, pode ser mera coincidência.

STF DÁ 48 HORAS PARA RICARDO SALLES SE EXPLICAR

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, tem 48 horas para explicar por que revogou duas resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que delimitavam as áreas de proteção permanente de manguezais e de restingas do litoral Brasileiro. A decisão foi tomada pela ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, na tarde desta quinta-feira (1), atendendo uma ação do Partido dos Trabalhadores. O PT pede que seja invalidada a decisão do conselho ambiental que extinguiu normas de preservação de ecossistemas, causando grande preocupação de ambientalistas. Lembrando que Salles é aquele que, na famosa reunião de abril, afirmou que o governo deveria aproveitar que a mídia estava entretida com a pandemia de coronavírus e “passar a boiada” na questão ambiental.  

 

 

DEPOIS DE MANDELA E ZUMBI, SÉRGIO CAMARGO EXCLUI BENEDITA DA SILVA DA LISTA DE PERSONALIDADES NEGRAS DA FUNDAÇÃO PALMARES

O presidente da Fundação Palmares, Sérgio Camargo, através de um Twitter, retirou o nome de Benedita da Silva, ex-governadora do Rio e deputada federal pelo PT, desde 2011, da lista de personalidades negras. Segundo ele, a exclusão foi motivada pelo fato de Benedita responder a um processo por improbidade administrativa. Veja o twitter de Camargo:

Num video postado nas redes sociais, a deputada comentou a decisão de Camargo e denunciou que vem sofrendo constantes ataques racistas na Internet. Disse ainda que entrará na justiça contra as agressões que vem sofrendo. Benedita comentou: “Hoje ainda fui surpreendida por uma decisão arbitrária do Cartão do Mato, a mando de Bolsonaro, a Fundação Palmares, que deveria preservar a memória e a cultura do ovo negro, mas está fazendo o contrário. Depois de excluir Mandela, Zumbi dos Palmares da lista de personalidades negras, ele retirou meu nome desta galeria. O que ele fez é ilegal, é abuso de poder”.