DETALHES

Três detalhes nesta foto, publicada na edição de hoje do jornal O Globo: Primeiro, a cara de idiota de um idiota (em amarelo). Segundo, a cara de traria de um futuro traria (em branco). E terceiro, quando a gente pensa que São Paulo preferiu, para senador, essa anta ao invés de Eduardo Suplicy, e de chorar, não é mesmo?

AV

A GENTE NÃO QUER SÓ COMIDA

É sempre assim na televisão. Algo aparece, cresce, vira moda, em seguida overdose. Quando estreou a versão brasileira do programa MasterChef, na Band,  muita gente correu pra ver a novidade. Curioso seguir anônimos pretendentes a chefs, se virando na cozinha para fazer um prato caprichado. A onda, que já tinha pegado lá fora, pegou e se espalhou por aqui também. Aí começaram as competições para saber quem fazia o melhor bolo, o melhor doce, o melhor churrasco, o melhor cupcake. Tudo isso, sem contar os inúmeros programas de receitas que invadiram a telinha de uma hora pra outra. Receita de tudo. A qualquer momento que se liga a televisão, tem alguém ensinando a fazer um risoto, um creme brulé, um bolo de laranja. Na minha opinião, a Cozinha Prática da Rita Lobo, ganha disparado de todos os programas de culinária. É o mais pé no chão e não tem competição. Se você assistir o programa, levantar do sofá e for até a cozinha fazer a receita que ela ensinou, com certeza vai dar certo. Pontos também pra Bela Gil e sua cozinha natureba. Às vezes com ingredientes difíceis de achar no supermercado da esquina, mas é informativo no quesito qualidade de vida. Com essa overdose de gente ensinando pratos na televisão, corremos o risco de uma overdose. Basta o Ibope começar a cair que os programas vão desaparecer. Que fique a Rita Lobo nos ensinando a fazer um tomate recheado, legumes ao forno ou aquele arroz com feijão que ela nos mostra tão tem como fazer. [AV]

ABRIL DE 2018

Hoje não tem dança
Não tem mais menina de trança
Nem cheiro de lança no ar
Hoje não tem frevo
Tem gente que passa com medo
E na praça ninguém pra cantar
Me lembro tanto
E é tão grande a saudade
Que até parece verdade
Que o tempo inda pode voltar

[No cordão da saideira, Edu Lobo]

[arte VILLASNEWS]