O OUTRO CHICO

Na primeira página de O Globo de hoje, o cartunista Chico Caruso coloca todos os candidatos nos devidos lugares e não Fernando Haddad empatado com Geraldo Alckmin, como há três dias. Mas insinua que o candidato da extrema-direita (no cartum e na política) possa ganhar as eleições no primeiro turno.

[reprodução/O Globo]

TORCIDA

Todos sabem que o Ibope divulgado ontem, mostra o candidato do Partido Dos Trabalhadores com 19 pontos e o candidato tucano com 7 pontos. Mas no cartum de Chico Caruso, na primeira página de O Globo, os dois aparecem praticamente empatados na corrida eleitoral. Isso é que é torcida para ver o tucano sair do chão.

[Reprodução/O Globo]

O DIA DOS CANDIDATOS

Não tem nada mais chato, burocrático e previsível quando o apresentador do telejornal, seja ele qual for, anuncia: Veja agora como foi o dia dos candidatos. É sempre a mesma coisa. Imagens do candidato visitando um hospital, uma escola, um restaurante popular. Depois das imagens do candidato prestando atenção nas máquinas, vem sempre a palavrinha do candidato, coisas do tipo: Vamos fortalecer a saúde, construindo novos hospitais, com alta tecnologia, profissionais competentes e bem remunerados. Com isso, vamos acabar com as filas e o sofrimento de quem necessita de tratamento. Se a visita foi numa escola, o mesmo lengalenga: Vamos reformar e construir novas escolas, que terão computadores e professores com salários dignos. Vamos dar uma educação de primeiro mundo. Se é no restaurante popular, vem aquelas imagens do candidato sentando à mesa junto de um desconhecido, cumprimentando-o e provando o arroz com feijão. Aliás, arroz com feijão é a cobertura que todos os telejornais estão fazendo, sem exceção.

[foto Reprodução Internet]