O SOL DE TERÇA-FEIRA

Perguntamos: Pazuello vai ser responsabilizado?

O Governo Federal não gosta do Doria, não gosta de vacina, não gosta do STF e por ai vai

Na foto em destaque na primeira página, o carnaval mais triste da história

 

Em outra foto na primeira página, a volta às aulas mais triste da história

De tempos em tempos, o jornal parece que rouba a manchete do Valor Econômico

Se gritar pega ladrão…

O coronavírus não dá trégua

Perguntamos ao comerciante que colocou a placa na vitrine: quantas mortes um lockdown pode evitar?

Falhas nas leis dificultam muita coisa neste país

Pode ser a gota d’água

É tiro pra tudo quanto é lado

Chico Caruso, na primeira página

Como pode, a essa altura do campeonato, alguém querer colocar – literalmente – o bloco na rua?

O Haiti não tem sossego

A primeira foto de Marte enviada pela sonda dos Emirados Árabes,  na capa do jornal The National

O golpe e os protestos na Birmânia, na manchete principal do Le Monde

Os portugueses saindinhos é o assunto de capa da Time Out Portugal

A entrevista com o escritor Itamar Vieira Junior, na noite de ontem, no centro da Roda Viva, da TV Cultura, foi boa? Foi, no sentido de o país poder conhecer um pouco melhor, ouvir a voz do autor de Torto Arado, o livro mais festejado dos últimos tempos. Itamar revelou-se, no primeiro livro, ser um escritor feito, adulto, incrível mesmo. Mas, no fundo no fundo, a entrevista deixou a desejar. Entrevistadores muitas vezes patinaram em perguntas cujas respostas eram sempre as mesmas, e não podia ser diferente. Itamar respondeu com calma cada pergunta, como um comentarista. Itamar foi seguro, didático, perfeito. O Sol sentiu que faltou alguma coisa, talvez uma pergunta menos comportada, menos cautelosa? Talvez. 

PARA LER, basta acessar o site da revista Piauí