O SOL DE TERÇA-FEIRA

Não são apenas os indicadores que estão derretendo, e sim o país como um todo

Isso significa que Jair Bolsonaro é ninguém

Quem vê a cidade pela janela, parece que nada está acontecendo

Tudo é possível neste país, até Luciano Huck flertar com a esquerda

Na foto em destaque na primeira página, o Dia das Muçulmanas

Foto enigmática, misteriosa, corajosa e verdadeira

O sonho acabou!

O presidente Bolsonara, nervosinho, toma atitudes sem medir as consequências

Na foto em destaque na primeira página fica a impressão de que Bolsonaro quer visitar o Acre antes que acabe

Lá vai o Brasil descendo a ladeira…

Que fase!

Um a zero!

A vida pessoal e polêmica de Wood Allen no centro das atenções

O jornal Le Monde coloca o Brasil na primeira página e faz uma reportagem de página inteira sobre um presidente da República que nega a vacina. Estarrecedora!

Perguntamos: quando teremos uma manchete assim aqui no Brasil? Alguém consegue enxergar uma luz no fim do túnel por aqui?

Enquanto a imprensa brasileira cala-se diante da África, o Le Monde publica diariamente grandes reportagens sobre a Covid no continente

Na capa do USA Today: 500 mil mortos nos Estados Unidos

Vimos e gostamos de ver Tereza Cristina no Roda Viva, na noite de segunda-feira. Histórico o final do programa, quando ela disse, antes de cantar 2 de Junho, música-homenagem ao menino Miguel, filho de uma faxineira, que caiu de um prédio de luxo em Recife: “Eu quero dedicar essa música a Lula, Boulos, Freixo e Flávio Dino! Nós precisamos nos unir para derrotar esse monstro!”

Procure o episódio sobre o futuro do Jornalismo. Vale a pena.

O Libération é ousado. Colocou na capa da edição de hoje, o fim da dupla Daft Punk.