BIBLIOTECA

Em 2006, a Editora Record lançou cinco volumes reunindo a obra do escritor colombiano Gabriel García Márquez, fora dos livros. São textos publicados em jornais e revistas pelo mundo afora, anos a fio, jornalismo puro. Um dia, o Nobel disse: “Não quero ser lembrado por Cem Anos de Solidão, nem pelo prêmio da Academia Sueca, e sim pelo jornal. Nasci jornalista e hoje me sinto mais repórter do que nunca. Isso está no meu sangue, me atrai”. Quatorze anos depois do lançamento dos cinco volumes, a Record nos apresenta O Escândalo do Século, uma reunião de textos jornalísticos, todos impecáveis. Impecáveis porque ele se debruçava em cima de um pequeno texto durante horas, às vezes dias, até chegar à perfeição. Ler um artigo de Garcia Marquez hoje – e sempre – é puro prazer. Ele é capaz de transformar qualquer fato banal em notícia e literatura, sempre lado a lado.