O SOL DE QUINTA-FEIRA

Os três principais jornais do país chegaram às bancas e aos assinantes com uma capa publicitária, anunciando a estréia de Cercados, na GloboPlay. O filme mostra os bastidores do Jornalismo nos tempos sombrios de pandemia e Bolsonaro.

A melhor notícia desde o início da pandemia

Voltamos aos tempos em que o FMI dava as cartas por aqui

O que está sendo feito para evitar a aglomeração na Rua 25 de Março?

Não podíamos perder o duplo sentido: Moro saiu da vida pública e foi pra privada

Giscard fez história na França

Elogios à TV Globo e uma constatação, no grifo em vermelho

Os historiadores terão dificuldade, no futuro, de explicar o que foi a pandemia à brasileira

Ao contrário do que diz o ministro da Economia, Paulo Guedes, o Brasil não está decolando,  está é afundando

Na verdade, 2022 é que está reticente ao ex-ministro de Bolsonaro, Sérgio Moro

Salientamos o grifo em vermelho

O Reino Unido larga na pole position

De tempos em tempos, lembramos: Mas não era só tirar o PT?

Qual é o programa do prefeito eleito do Rio, Eduardo Paes, para esta questão? O senhor tem 3 minutos para a resposta.

A capa da revista britânica New Statesman que começa a circular hoje

Verdade seja dita: a TV Globo encontrou uma maneira criativa para realizar sua mensagem de fim de ano. O resultado final merece nota 10 (Patricia Kogut dá essa nota hoje em sua coluna). Mas é preciso dizer que tentaram esconder, despistar a letra da música, mas acabaram não escondendo. A cada ano repetem que “hoje é um novo tempo…” Que nunca chega.

Gabi Amarantos fazendo publicidade de automóvel no GNT pode. O que não pode é parecer que ela está fazendo um comentário dentro do programa Saia Justa e ao vivo.

Trinta e seis milhões de pessoas viram o filme Bacurau, de Kleber Mendonça Filho, segunda-feira à noite na Tela Quente da Globo. Ótimo!

A temperatura em Cametá, no interior do Pará, onde assaltantes tentaram assaltar uma agência bancária no estilo Criciúma. Um refém morreu.