O SOL DE QUINTA-FEIRA

Na noite de quarta-feira, o TRE derrubou a censura ao Datafolha e o jornal mudou sua manchete principal

Se Celso Russomano censurou o Datafolha é porque despencou

Nem todas as notícias são ruins

O presidente da República festejando a interrupção dos testes com uma vacina, é motivo para afastá-lo do governo

Na foto em destaque na primeira página, o debate entre os candidatos a prefeito de São Paulo, promovido pelo UOL

Na página A2, Alberto Benett

O jornal deu um grande espaço para o ex-presidente Lula falar de ciência, de Brasil

O governo quer fazer qualquer negócio até as eleições de 22

O governo estuda também acabar com o Brasil

Porque não vão pro SUS?

Na foto em destaque na primeira página, o Amapá na escuridão há dez dias

O vexame de Bolsonaro festejando a interrupção dos testes da vacina coroavam, entrou para a triste história deste governo

Nem os tucanos escapam dos tiros no Rio de Janeiro

O Datafolha de São Paulo foi censurado pelo candidato que despenca, Celso Russomano

Na foto em destaque na primeira página, a oposição renuncia em massa em Hong Kong

Na capa do Segundo Caderno, a viagem do fotógrafo Bruno Barbey (morto no início da semana) ao Brasil, vai virar exposição

A morte do cineasta Cadu Barcellos, assassinado no Rio

Nas semanais britânicas, a era Biden (The Guardian Weekly) e a nova era sem Trump (New Statesman)

VEXAME INTERNACIONAL. No site da revista alemã Der Spiegel, a história de Bolsonaro de que quando falta saliva, vem pólvora

Na capa da New Scientist, a esperança da vacina

A TV Cultura de São Paulo avisou em seu Jornal da Tarde que não iria colocar no ar as besteiras que Jair Bolsonaro falou sobre a vacina. Ponto para a Cultura.

A jornalista Fernanda Gentil sempre foi uma ótima apresentadora. Brilhou no Esporte da Globo durante anos. Mudou-se para o entretenimento da emissora, estreou num dos maiores fiascos da televisão chamado Se Joga que, felizmente, está fora do ar. No ar substituindo Fátima Bernardes no Encontro, ela voltou a brilhar.

O UOL encontrou uma nova fórmula de administrar o tempo durante os debates de candidatos. Deu certo, mas ainda soa estranho em que a grande preocupação é o tempo de cada candidato.

A temperatura na capital do Amapá, onde a população está com problemas de energia elétrica há dez dias

O leitor de libras do presidente Bolsonaro anunciando que precisamos deixar de ser maricas